A leitura como prática social.

UCPEL 2019

TEXTO I

A humanidade, desde o seu surgimento, incorporou como forma de comunicação e interação, a linguagem. Fluindo junto com a linguagem, surgiram à escrita e a leitura. Atualmente, o termo leitura ampliou-se e novas maneiras e formas de ler fazem parte desse universo discursivo. Trata-se de ampliar uma concepção que toma a leitura como o domínio de um conjunto de habilidades que, segundo Kato (1985, p. 87), envolve estratégias de vários tipos, tais como a de encontrar parcelas significativas do texto, a de estabelecer relações de sentido, a de avaliar a consistência das informações extraídas e a de inferir o significado pretendido pelo autor. Nesse caso, o texto detém um sentido anterior à leitura, cabendo, pois, ao leitor recuperá-lo. No entanto, a leitura exerce e continua tendo sua função na contemporaneidade.

Disponível em: https://www.webartigos.com/artigos/leitura-como-pratica-social/19273. Acesso em: 15 outubro 2018. Adaptado.

TEXTO II

Conforme o dicionário Priberam online, leitura é um termo do latim tardio “lectura”, do latim “lectio”, “-onis”, escolha, eleição, leitura. O substantivo feminino é definido como:
1. O que se lê.
2. Arte ou ato de ler.
3. Conjunto de conhecimentos adquiridos com a leitura.
4. Maneira de interpretar um conjunto de informações.
5. Registro da medição feita por um instrumento.
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. 2008-2013.

Disponível em: https://dicionario.priberam.org/leitura. Acesso em: 15 outubro 2018. Adaptado.