Não emburrecemos durante a pandemia, nós somos assim.

Leia o texto a seguir, de Mario Corso, publicado no Jornal Zero Hora:

Existe algo a aprender com a pandemia quanto à onda de irracionalidade que ela gerou? Falo das pessoas que negam a doença, não se cuidam, são antivacinas, consomem remédios sem eficácia, ou pensam que tudo é uma conspiração.

Acredito estarmos em um período ímpar para entender como nossa cabeça funciona. Não emburrecemos, nós somos assim. Alguns contextos propiciam medir a real inteligência média humana, apenas isso.
Nosso problema enquanto espécie é que nos julgamos acima do que somos. Temos uma incrível capacidade de ignorar o quanto ignoramos. Pensamo-nos como racionais, mas não somos. Qual idiotice resta ao humano ainda fazer para abandonarmos essa crença? Para usar uma frase do psicólogo Jonathan Haidt: “A cauda emocional abana o cão racional”.

Existe quem consiga ser racional, mas ser mais racional em alguns pontos não quer dizer que o seja plenamente. Quando alguém é inteligente, ou hábil em um setor, consideramos que seja em todos, o que não é verdade. E a distância entre a inteligência e a tolice não é tão grande como imaginamos.

Leia o texto completo em: https://gauchazh.clicrbs.com.br/colunistas/mario-corso/noticia/2021/01/nao-emburrecemos-durante-a-pandemia-nos-somos-assim-ckjlhy0hf0025019wozn5lbxr.html

Após a leitura do texto de Mario Corso, produza um texto dissertativo apresentando o seu ponto de vista acerca das ideias do autor. Para isso, é fundamental que sua opinião seja exposta de modo articulado, em um conjunto de ideias claras e consistentes. Ao desenvolvê-la, você pode se valer das reflexões de Corso, de exemplos pessoais, situações presenciadas, fatos, acontecimentos, enfim, de tudo o que possa ajudá-lo a sustentar, de maneira qualificada, o texto.

INSTRUÇÕES
A versão final do seu texto deve:
1 – conter um título na linha destinada a esse fim;
2 – ter a extensão mínima de 30 linhas, excluído o título – aquém disso, seu texto não será avaliado -, e máxima de 50 linhas. Segmentos emendados, ou rasurados, ou repetidos, ou linhas em branco terão esses espaços descontados do cômputo total de linhas.