Os novos formadores de opinião para a juventude.

UCPEL 2017

TEXTO I

YouTubers fazem a cabeça dos jovens.
Um novo perfil de ídolo desponta como o preferido entre os jovens brasileiros. Não é preciso gostar das mesmas coisas ou ter ideias parecidas para influenciá-los. Beleza física também não é importante. O ídolo das novas gerações é espontâneo, autêntico, original, inteligente eb bem-humorado. O ídolo das novas gerações ainda está na TV, mas faz sucesso mesmo é no YouTube.

Disponível em: www.thinkwithgoogle.com/intl/pt-br/articles/youtube-teens.html. Acesso em: 30 outubro de 2016. Adaptado.

TEXTO II

Negócio rentável?
Uma pesquisa encomendada pelo Google, no segundo semestre de 2014, revelou que somos 70 milhões de espectadores de vídeo online no Brasil, consumindo, em média, oito horas semanais de vídeos na Web, o que pode representar um bom negócio para os canais mais populares. Os vídeos são monetizados de acordo com as visualizações das publicidades que aparecem. Porém, o dono de um canal só ganha se um usuário realmente assistir à publicidade – que geralmente é evitada por muitos, quando aparece no início de um vídeo como opção -, o que torna difícil o cálculo. Uma pessoa que possui entre 500 mil e um milhão de inscritos, por exemplo, pode chegar a ganhar de 6.000 reais a 50.000 por mês.

Disponível em: http://exame.abril.com.br/marketing/os-15-youtubers-mais-populares-do-mundo/l. Acesso em: 30 outubro de 2016. Adaptado.

TEXTO III

Produtores de vídeos contam com milhões de fãs e disputam espaço com a TV Kéfera não grava suas histórias dentro de um estúdio, faz quase tudo a partir de uma estrutura básica, dentro de sua casa, há quase cinco anos. Simplesmente liga a câmera e começa a falar com humor sobre algum tema que lhe interesse e adiciona alguns toques de edição. Apesar disso, possui uma audiência digna de um programa de TV. Ela faz parte do fenômeno dos youtubers, uma geração de jovens que gosta de se comunicar através de vídeos na internet, seja para falar sobre música, para mostrar como se joga um game, ensinar uma receita ou fazer um tutorial de maquiagem.

Disponível em: https://http://brasil.elpais.com/brasil/2015/05/09/politica/1431125088_588323.html. Acesso em: 30 outubro de 2016. Adaptado.