Poder das influências na formação da identidade.

TEXTO 1

O que é influência social?

(…) Uma das grandes conquistas das sociedades democráticas modernas é a consagração da liberdade individual e do livre arbítrio enquanto princípios inalienáveis de qualquer ser humano. Na ausência de opressão de regimes ditatoriais agimos de acordo com um conjunto de princípios e valores cujos mais elementares são, em geral, largamente difundidos e partilhados. Mas quererá isto dizer que não somos influenciados nos nossos julgamentos, atitudes e crenças? Claro que não.

O leitor certamente concordará que em algumas circunstâncias poderá ser influenciado por outrem. A sua posição sobre um dado tema poderá mudar um pouco em função da opinião daqueles por quem nutre respeito intelectual; quando indeciso, poderá ter tendência a ser influenciado pelos
grupos de pessoas com quem se identifica; por vezes, poderá até assumir atitudes que à partida nunca pensou que aceitaria porque é influenciado por aqueles, que, de uma maneira ou de outra, são importantes para sim, correto? Ou seja, haverá sempre conjunturas sociais que o levarão a mudar de opinião ou até agir contra aquilo em que acredita só para se conformar com os outros, ou para responder de acordo alguém com maior estatuto social do que o próprio leitor, certo?

A influência social foi definida por Secord Backman (1964) como ocorrendo quando “as ações de uma pessoa são condição para as ações de outra”. (…) É preciso notar que, para que esta definição se adeque ao campo da psicologia social onde se originou, é necessário acrescentar que esta “presença de outrem” não é necessariamente real. Esse outrem pode ser apenas imaginado, pressuposto ou antecipado sem que os fenômenos provenientes dessa influência cessem de ocorrer.

Disponível em: http://www.helioteixeira.org/psicologia-social/o-que-e-influencia-social/. Acesso em 30 de junho de 2020.

TEXTO 2

RIO — Gilberto Gil adora contar uma história. Ainda bem pequeno, sua mãe perguntou o que ele queria ser quando crescesse, e ele respondeu:

— Musgueiro e pai de menino — lembra. — Um dia, ela me disse: “Sua profecia se cumpriu, você é músico e olha a quantidade enorme de netos que você me deu.”

Aos 75 anos, o baiano Gil é o patriarca de uma família com oito filhos, de três casamentos, que lhe deram dez netos e uma bisneta. Um pomar, como ele mesmo define a família. Seguindo o ditado “a fruta não cai longe do pé”, pode-se dizer que a seiva que alimenta este pomar é artística, e que as frutas não são exatamente iguais. (…) Gil diz que nunca houve a necessidade de estabelecer uma trajetória para nenhum deles. 

Disponível em: https://oglobo.globo.com/ela/gente/gilberto-gil-mostra-lado-familia- HYPERLINK “https://oglobo.globo.com/ela/gente/gilberto-gil-mostra-lado-familia-21670556″21670556. Acesso em 20 de junho 2020.

TEXTO 3

No início, a publicidade invadia a tela reprisando um formato que já não funcionava tão bem em veículos impressos. E a mera exibição de anúncios em imagem e texto convertia pouco. Com o tempo, mantendo o foco no conteúdo, o próprio usuário treinava o olho para ignorá-la. Em casos extremos, plugins ajudavam a bloquear qualquer peça indesejada. 

O marketing de influência permite às marcas um trabalho menos invasivo com base numa aproximação mais amigável. Para tanto, a credibilidade e o carisma de pessoas influentes na Internet servem de ponte para um início de diálogo.

Disponível em: https://cakeerp.com/blog/marketing-de-influencia. Acesso em 30 de junho de 2020.