Zygmunt‌ ‌Bauman e a “Modernidade‌ ‌ Líquida”

Zygmunt Bauman, sociólogo e filósofo polonês, afirma, em “Modernidade Líquida”, que, na segunda metade do século XX, como a instabilidade econômica mundial, o surgimento de novas tecnologias e a globalização contribuíram para a perda da ideia de controle sobre os processos do mundo, trazendo incertezas quanto a nossa capacidade de nos adequar aos novos padrões sociais.